Pudim de Doce de Leite com e sem Ameixas Secas

Já publiquei aqui 2 receitas (em uma mesma postagem) de pudim de doce de leite.
Naquela ocasião eu preparei o pudim em copinhos individuais e assei o pudim no vapor, na boca do fogão.
Achei o resultado incrível, já que ficou pronto em menos de 20 minutos e fica mais fácil de ver o ponto.
Depois resolvi fazer um pudim maior e experimentar assá-lo no forno, em banho-maria.
Guardei as fotos para publicar um dia.
Ficou maravilhoso também, mas levou muito mais tempo.
Confira a receita do pudim no vapor aqui e compare com esta. A massa é muito simples de fazer.
Agora fiz doce de leite em casa, com e sem ameixas secas, e como o rendimento foi muito bom, resolvi fazer pudim de doce de leite com ameixa.
Ai, juntei as fotos mais antigas com as novas e eis aqui uma postagem mais completa.
Para ver outras dicas, curiosidades e técnicas acesse oÍndice 1.

Pudim com doce de leite caseiro e ameixas secas:

– 1 kg de doce de leite com ameixas secas;
– 10 ovos inteiros;
– opcional: 2 colheres (das de sopa) de maisena.

Bom, eu montei meu doce de leite alternando camadas de doce de ameixas secas e de doce de leite.
Mas se você fizer apenas doce de leite e quiser acrescentar as ameixas no pudim, pique 200 g de ameixas pretas em pedaços não muito pequenos e apenas leve ao fogo com pouca água.
Só leve as ameixas ao fogo se elas estiverem muito secas ou duras. Se estiverem macias não precisa cozinhá-las.
Coloque o doce com as ameixas em uma bacia e acrescente os ovos.
Não se esqueça de quebrar os ovos 1 por vez, em um copo. Assim, se algum deles estiver passado ou podre, você não corre o risco de perder toda a massa.
Dica: sempre que eu fazia pudim, minha mãe dizia que a minha avó acrescentava maisena nas massas. Por ela e por minha avó passei a acrescentar, mas nestes dois pudins eu não coloquei.
Fica a critério de cada um. O pudim fica mais firme sim.

Misture muito bem para que todo o doce dissolva e incorpore os ovos.
Coloque em forma caramelizada.
Eu preferi caramelizar com o caramelo tradicional, mas abaixo segue a receita de calda de ameixa seca para servir com o pudim. E na segunda receita, a minha receita de calda de caramelo tradicional.
Cubra a forma com papel alumínio e leve ao forno, em banho-maria, por 1 hora.
Depois de 1 hora retire o papel alumínio, deixe no forno até que a superfície doure bem e faça o teste do palito.
Enfie um palito em vários pontos do pudim e retire.
Se o palito sair limpo, o pudim está pronto.
Deixe esfriar e leve para gelar por pelo menos 6 horas antes de desenformar.

Calda de ameixa seca:

– 500 g de açúcar refinado;
– 400 ml de água filtrada;
– 110 g de ameixa preta seca.

Pique metade das ameixas, reservando a outra metade inteira.
Coloque o açúcar em uma panela e leve ao fogo para caramelizar.
Quando começar a caramelizar (aparece nas bordas) comece a mexer de vez em quando para que o açúcar não queime, tornando a calda imprópria para consumo.

Quando o açúcar estiver totalmente caramelizado, junte as ameixas picadas e a água.
Deixe ferver por 20 a 25 minutos, dependendo das preferências familiares por uma calda menos encorpada ou mais encorpada.
Nos minutos finais acrescente as ameixas inteiras.
Deixe esfriar e passe para uma molheira ou pote de vidro.

Pudim com doce de leite industrializado:

– 800 g de doce de leite bem consistente e saboroso;
– 6 ovos.

Coloque o doce de leite em uma bacia.
Aproveite o potinho vazio de doce de leite para quebrar os ovos , 1 a 1. Assim você não perde todos os ingredientes caso 1 dos ovos esteja estragado.

Misture muito bem os ovos com o doce de leite.
Despeje a massa em forma caramelizada.
Leve para assar em banho-maria, por cerca de 1 hora, forno médio.
Faça o teste do palito. Quando o pudim estiver bem dourado, espete um palito no centro e retire-o. Se sair limpo, sem vestígio de massa, o pudim está assado.
Deixe esfriar e leve para gelar.

Se tiver dificuldade para desenformar, aqueça água em uma grande frigideira, desligue o fogo e coloque o a forma de pudim dentro, por apenas 1 minuto. O calor da água quente vai amolecer a calda de caramelo.

Calda de caramelo

Coloque 2 ou 3 xícaras de açúcar numa panela e leve ao fogo para caramelizar.
Quando começa a caramelizar, é necessário mexer o açúcar
sem parar, para que o açúcar não queime demais nas bordas e doure por
igual.Gosto de deixar a minha calda bem clara.

Quando todo o açúcar chega na cor de caramelo despeje, com muito cuidado, 1 copo de água, de preferência quente.
O choque da água com o caramelo vai levantar muito vapor e
o açúcar vai “empedrar”, mas abaixe o fogo e deixe a calda ferver até
se desfazerem todos os grumos que se formaram. Desfeitos todos os
grumos, deixe a calda ferver por mais 2′.
Se, ao esfriar, a calda ficar dura demais, basta colocar
um pouco de água e tornar a levar ao fogo até levantar fervura. Deixe
esfriar e espalhe parte da calda na forma de pudim e coloque o restante
num vidro e sirva à parte.

Para ver outras dicas, curiosidades e técnicas acesse o Índice 1.