Licor Tipo Amaretto e Licor de Damasco

Em 1525, a igreja Saronno contratou o artista Bernardino Luini para pintar o seu santuário com afrescos.

Como a igreja foi dedicada à Virgem Maria, o pintor encontrou a sua
inspiração em uma jovem viúva na cidade, que usou como modelo.
Por gratidão e carinho, a mulher queria dar-lhe um presente.

Como era uma pessoa muito simples, ela fez um licor com sementes de damasco e deu ao artista.

E aqui tentamos reproduzir esta oferta de amor.
Para ver outras receitas de bombons e licores acesse oÍndice 3.

Licor amaretto:

– 500 ml de água filtrada;
– 1 kg de açúcar cristal (ou refinado);
– 250 g de caroços de damasco (na falta use caroços de pêssegos ou caroços de ameixas);
– 50 g de amêndoas secas (ou 20 gotas de essência de amêndoas);
– 700 ml de álcool de cereais ou cachaça boa ou vodka.

Lave bem as amêndoas e seque-as com um pano de sacaria.
Coloque as amêndoas e os caroços de damasco em um vidro ou pote esterilizado.

Cubra com o álcool ou a vodka, sem encher totalmente o vidro.

Cubra a boca do vidro com filme plástico e coloque a tampa. O filme vai
evitar que o álcool oxide a tampa, estragando a essência.
Depois cubra a tampa também com filme plástico e coloque uma etiqueta no vidro com a data.
Deixe macerar por 2 meses.
Prepare uma calda com o açúcar e a água.
Misture os dois e leve ao fogo, sem mexer mais, deixando ferver até chegar em ponto de pérola.

Para testar o ponto, mergulhe uma colher na calda
verticalmente (sem misturar a calda, para que ela não açucare) e retire a
colher.
Deixe a calda escorrer.
Se depois que o excesso de calda tiver escorrido, a calda
restante cair formando gotas, a calda está no
ponto.
Coe a essência usando uma peneirinha de plástico.
Acrescente mais ou menos a mesma quantidade de calda fria.

Depois de misturar a calda, passe por um coador de flanela, destes
usados antigamente para coar café, mas use somente para coar o licor. E
use 1 para cada tipo de licor. Esta filtragem vai reter qualquer
impureza que tenha vindo com a essência ou a calda.
Prove o licor e ajuste ao seu gosto.
Se o licor ficou menos doce, acrescente calda.
Se ficou muito doce, acrescente água filtrada e fervida.
Se ficou muito forte, acrescente água e/ou calda.
Se ficou muito fraco, acrescente álcool de cereais ou aguardente.
Filtre o licor e envase sempre em garrafas de vidro muito bem esterilizadas.
Aguarde 10 dias para apurar o sabor.

Ferva os vidros onde serão colocadas as frutas para
macerarem e também as garrafas que servirão para guardar os licores
prontos.
Depois de ferver os vidros e garrafas por 15′, contados a
partir do início da fervura, retire-os da água, com auxílio de uma
pinça também esterilizada, e coloque-os emborcados sobre um pano
esterilizado. Cubra-os com outro pano esterilizado e deixe-os esfriarem.
As garrafas, como têm o gargalo menor do que a base,
podem ser colocadas para esfriarem e secarem dentro de uma panela
forrada com um pano de sacaria, apoiadas na lateral da panela.

Verifique as tampas dos vidros de conserva que serão usadas para
preparar as essências. Elas não devem ter ferrugem ou amassados. Se
tiverem estas marcas descarte-as e prefira usar rolhas esterilizadas.

Prazo de validade do licor.

– Para uso pessoal = validade indeterminada, ultrapassando 50 anos.
– Para incluir a garantia na etiqueta e comercialização = 3 a 5 anos.
Ajuste pessoal: vc pode adequar o sabor do licor ao seu gosto.
Ficou forte ou doce: adicione água aos poucos e macere ± 5 dias.
Ficou fraco: adicione mais álcool, açúcar e macere mais 10 dias.
Sempre experimente ao ajustar e novamente depois de ± 4 horas .

Licor de damasco

– 500 g de polpa de damasco;
– 1 kg de açúcar refinado;
– 1 litro de água filtrada;
– 1 litro de álcool de cereais a 95º GL ou vodka.

Lave bem os damascos, tire as sementes, corte em pedaços pequenos e
coloque numa vasilha ou em uma garrafa. Eu costumo reaproveitar as
garrafas de vodka recém aberta ou de suco esterilizadas.

Coloque a polpa com o álcool num vidro grande e limpo e feche bem.

Envolva o vidro com papel alumínio ou pano para não pegar luz ou use
uma garrafa escura ou guarde a garrafa em um armário escuro.
Deixe macerar por 30 dias ou mais num local fresco e escuro,
Agite o vidro uma ou mais vezes ao dia, para ajudar na mistura e fermentação.
Após a maceração, coe num coador de plástico e aperte bem para extrair todo o suco.

Faça uma calda conforme ensinado na receita anterior.

Misture a essência com a calda em partes iguais. Deixe
para ajustar o sabor depois de filtrar pela segunda vez.
Filtre usando um coador de flanela e ajuste o sabor, com mais calda ou água filtrada e fervida ou mais vodka.
Envase e etiquete.
Aguardar no mínimo 10 dias para apurar o sabor.

Para ver outras receitas de bombons e licores acesse o Índice 3.