Laços de Chocolate

Aproveitando que estou com chocolate em casa(Gentem!!!!!!!!!!! É tentação demais, né?!?!?!?! E depois vai tudo”p’ros” quadris, rsrsrsrs. Por isso, evito comprar.) e a proximidade como natal (Piscou, chegou!!!!!), resolvi fazer laços de chocolate paradecorar panetones (a segunda receita de panetone é a minha preferida) ou bolos, ou mesmo para presentear apenas os laços.
No mínimo, será um presente inusitado: laços de chocolate feitos por você mesma(o).
E se o panetone também for produção artesanal, o presente vai ficar melhor ainda.
Então, mãos à obra!
Para ver outras receitas de docinhos, bombons e arte com chocolate acesse oÍndice 3.

Para fazer o laço, seja ele múltiplo ou simples, você vai precisar de tiras de sulfite ou de acetato.
Para o laço da primeira imagem eu usei 13 tiras de 16 x 4,em papél sulfite. Mas, talvez o acetato seja mais prático. Mais abaixovou mostrar o porquê.
E também são necessárias mais 4 tiras de 4 cm de largura ecom o comprimento na medida do bolo ou panetone que vai receber astiras. Mas este detalhe ficará para depois.

1- Corte as tiras que você vai precisar. Tempere o chocolate.
2- Espalhe o chocolate nas tiras e coloque-as em umatravessa ou forma. Deixe descansar até ficar o chocolate ficar opaco emais pastoso.
3- Dobre as tiras, juntando as pontas e coloque-as para terminar de secar na posição mostrada na foto.
4- Depois solte o sulfite ou acetato e comece a montar o laço.

Eu costumo usar o sulfite, até porque faço pouquíssimoartesanato culinário, só em ocasiões especiais, e não compensa ter umestoque muito grande de materiais.
Já pensei em me profissionalizar, mas este tempo já passou.
Agora, o acetato até compensaria ter comprado para fazer este laço, mas…
A diferença entre uma peça montada no sulfite e outra noacetato está na foto acima. Como o acetato é mais resistente do que osulfite, você pode espalhar o chocolate e esperar menos tempo para uniras duas extremidades.
A resistência do acetato não vai permitir que o chocolate,ainda mole e muito pesado, feche a curva do laço, como aconteceu com osulfite da foto acima.
Como lancei mão do que eu já tinha em casa, preciseiesperar o chocolate endurecer um pouco mais, mas sem perder amaleabilidade, e deixar que ele terminasse de secar “em pé” (imagem 3,da segunda foto).
Um laço com gomos tão fechadinhos ia ficar muito feio.Iria ficar parecendo que você usou a “fita” do natal passado, rsrsrsrs.

Para montar o laço, cubra o bolo ou o panetone com o glacê de sua preferência ou use um círculo de sulfite.

1- Coloque um pouco de chocolate temperado no centro onde será montado o laço.
2- Coloque os 4 primeiros gomos para servir de guia para a harmonia visual do laço.
3- Para aplicar os gomos seguintes, coloque uma pequenaporção de chocolate temperado na ponta de cada novo gomo e encaixe nolugar desejado.
4- Distribua os gomos de maneira harmoniosa e finalize comum gomo bem no centro. às vezes este gomo central tem que ser menor doque os outros. Neste caso, ou você faz um gomo sobre uma tira de 14 ou13 por 4 cm, ou corte a ponta de um gomo do mesmo tamanho dos outros,para ajustá-lo ao centro.

Deixe o chocolate que você usou para unir as peçasendurecer e arremate passando pó brilhante com pincel seco em áreasaleatórias dos gomos.
Ou deixe apenas o chocolate.

Para fazer um laço simples:

1- Prepare 2 gomos com tiras de papel de 16 x 4 e mais 2com tiras de 5 ou 6 x 4. Estas tiras menores servirão para fazer oarremate do centro do laço. Falei para fazer 2 porque, na hora de corta,o arremate pode quebrar e ai você já terá um sobressalente.
2- Corte uma tira de 4 cm pelo comprimento desejado para fazer a fita mais longa do laço.
3- Solte a tira maior do sulfite e apoie no bolo jácoberto. Coloque um pouco de chocolate no centro e apoie os 2 gomos quefarão o laço.
4- Corte o gomo que vai arrematar o centro, para ajustá-lo,e encaixe-o no centro. Retire, com um palito, as sobras do chocolateque você usou como “cola”.

Deixe secar e arremate, ou não, com pó dourado.

Para ver outras receitas de docinhos, bombons e arte com chocolate acesse o Índice 3.